Para fins de melhorar a sua experiência, este site usa atualmente cookies. Eu Compreendo
Página Inicial
<   DEZEMBRO 2018   >
SEG TER QUA QUI SEX SAB DOM
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

Nutricionistas alertam que é no Algarve onde mais se adiciona sal aos alimentos

Nutricionistas alertam que é no Algarve onde mais se adiciona sal aos alimentos
27 de Novembro de 2018

Esta quarta e quinta-feira, a Ordem dos Nutricionistas inicia mais uma ronda do 'Ciclo de Visitas da Bastonária' e avança até ao Algarve para conhecer o trabalho dos nutricionistas na região.

 
Segundo revela a Ordem em comunicado, o Algarve é a região do país onde os portugueses mais adicionam sal aos alimentos e na qual mais de 55% da população tem excesso de peso ou obesidade.

 
O sétimo périplo da iniciativa tem início marcado pelas 09h30 desta quarta-feira, 28 de novembro, com uma reunião com o Presidente da Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve), Paulo Morgado, a decorrer nas instalações da ARS Algarve em Faro.

 
Segundo a mesma fonte o Algarve é a região onde mais se adiciona sal aos alimentos quando estes já estão no prato (36%), de acordo com um estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. Este hábito traduz-se facilmente em números: 33% dos algarvios são hipertensos, uma doença crónica que está associada diretamente às opções alimentares, nomeadamente ao consumo excessivo de sal.

 
"Estas mudanças de hábitos alimentares são fundamentais, mas só são possíveis quando há um conjunto de ações destinadas a melhorar os conhecimentos e comportamentos da população e quando se verifica uma mudança da disponibilidade no ambiente alimentar. A presença de nutricionistas nos centros de saúde, locais mais próximos da população, é essencial para alterar este e outros costumes prejudiciais à saúde", relembra Alexandra Bento, Bastonária da Ordem dos Nutricionistas. 
 

Contudo, na Região do Algarve existem apenas 6 nutricionistas nos cuidados de saúde primários, ou seja, nos centros de saúde, um rácio que Alexandra Bento considera "muito aquém do preconizado pela Ordem dos Nutricionistas para fazer face às necessidades daquela população."

 
A iniciativa inserida no 'Ciclo de Visitas da Bastonária da Ordem dos Nutricionistas', arrancou em abril, tendo passado por seis regiões do país, com o objetivo de fazer o levantamento da realidade profissional dos nutricionistas.



Fonte: Algarve Primeiro, online, 27 de novembro de 2018