Para fins de melhorar a sua experiência, este site usa atualmente cookies. Eu Compreendo
Página Inicial
<   OUTUBRO 2019   >
SEG TER QUA QUI SEX SAB DOM
1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31 1 2 3

As regras básicas para o almoço que as crianças levam de casa

As regras básicas para o almoço que as crianças levam de casa
24 de Setembro de 2019

Tem que ir sopa, ponto. A sopa é importantíssima e, hoje em dia, há marmitas que têm várias divisórias para que isso seja possível. No prato, têm que estar legumes, seja de que maneira for: seja legumes cozidos, ou legumes crus, têm que estar. E o final da refeição tem que ser com uma fruta", explica Alexandra Bento.


Outra aposta, lembra a bastonária da Ordem dos Nutricionistas, deve ser nas leguminosas. "São importantíssimas, e acabam por ser bons fornecedores de fibra e proteína de origem vegetal. Não têm a mesma riqueza biológica de uma proteína de origem animal, mas ainda assim são muito interessantes. E é uma boa altura para conseguirmos cativar as crianças com as leguminosas."




"Quanto ao resto, a imaginação dos pais que depois funcione". Alexandra Bento acredita que os pais têm a imaginação necessária para cativar os filhos para uma alimentação saudável. Contar histórias ou apresentar um prato colorido são algumas sugestões.


Fonte: TSF, TSF Pais e Filhos, online, 24 de setembro de 2019